domingo, 10 de fevereiro de 2013

O mundo do selvagem, da criança e do poeta, o mundo do jogo.

"Mesmo para o adulto civilizado de hoje, a máscara conserva algo de seu poder misterioso, inclusive quando a ela não está ligada emoção religiosa alguma. A visão de uma figura mascarada, como pura experiência estética, nos transporta para além da vida quotidiana, para um mundo onde reina algo diferente da claridade do dia: o mundo do selvagem, da criança e do poeta, o mundo do jogo."
- Johan Huizinga, em Homo Ludens pág.147

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...